Quinta-feira, 21 de Maio de 2009

E o Amor Acontece...

 

 

   (ficção)

 

Toni nunca foi de muitas falas, isto é, falava muito, criticava muito, mas sobre sua vida pessoal, era um túmulo.

Já o conheço à muitos anos, e nas patuscadas entre amigos ele estava sempre presente. Mas sempre com uma condição...as patuscadas eram só entre nós, amigos de longa data. Lembro-me de várias vezes termos realizado festinhas em casa uns dos outros em que tinham acesso as respectivas famílias, mas o Toni sempre as declinava..arranjava sempre desculpa para não aparecer.

Nos perguntava-mos muitas vezes como seria a família dele, quantos filhos teria, suas idades, o que fazia a mulher dele, mas aquela boca nunca se abriu para aqueles assuntos.

Há alguns anos atrás, notámos que andava diferente, tipo "olhar de carneiro mal morto". Toni estava apaixonado e não sabia como o disfarçar.

Mas seria verdade o que os olhos de toda a gente via? Estaria o Toni rendido de amores por uma menina saída  havia ainda poucos meses da escola, e que viera estagiar para a empresa? Mas a menina tem quase metade da idade dele, diziam as pessoas de fora.

Mas o nosso amigo pouco se preocupava com isso. A vida era dele, e se gostava de falar, de rir com a miúda, ninguém tinha nada a ver com isso.

Mas eu gostava de o ver em pleno ciclo de trabalho, debruçado sobre os armários e admirando e rindo para a pequena...ali havia coisa.

Os anos vão passando, e a miúda vai-se retraindo nas brincadeiras com os colegas, parecendo tomar ares de adulta , de pessoa que se dá ao respeito. Enfim, essa atitude ainda a tornava mais apetecível, uma batalha que qualquer um gostaria de ganhar, tal e qual um prémio para quem chegar em primeiro. Naqueles momentos, nem passava pela nossa cabeça que um amigo nosso poderia estar interessado na "presa".

Há uns tempos atrás, ficamos a saber que o Toni juntara os seus trapinhos com os da miúda, separando-se da legitima e ao que parece do único filho.

Chegaram a vê-lo inclusive passeando pela praia, de mãos dadas, olhar apaixonado...

O nosso Toni teria encontrado o seu amor....?

Estes dias viemos também a saber (e não, não foi por ele) que ía ser pai novamente. A sua miúda, que tinha saido havia pouco tempo da escola, ía dar-lhe um filho. E ao que parece sentía-se o pai mais feliz do mundo...

Grande abraço Toni.

 

 

 

 

tags:
publicado por inoutyou às 22:03
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. E o Amor Acontece...

.arquivos

. Maio 2015

. Novembro 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Fevereiro 2008

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds